top of page
Buscar

Empresas de gastronomia podem ter taxa zero em transações de máquina de cartão

Cliente: Abrasel Campos Gerais


Parceria gera economia ao segmento e fortalece o setor



Um dos gastos dos bares e restaurantes é a taxa das máquinas de cartão, em muitos casos superiores a 5%. Entretanto, para ajudar o setor, a Abrasel fechou parcerias com instituições bancárias para o valor cobrado em cada transação ser menor. E um dos bancos parceiros é o Sicredi Campos Gerais e Grande Curitiba PR/SP com taxas diferenciadas.


Guilherme Prestia Custodio, gerente da agência Ponta Grossa Jardim Carvalho, comenta os impactos gerados:

“Essa redução das taxas da parceria da Abrasel traz fidelização de clientes para os associados e consequentemente crescimentos para estabelecimentos, cooperativa e para a associação. É o cooperativismo na prática mostrando que a construção de um mundo melhor começa pela cooperação de todos”.

Urubatan Sena, presidente da Abrasel Campos Gerais, reforça a fala de Guilherme e cita a importância de uma cooperativa nessa ação. “A Abrasel quer que a economia regional gire, cresça e se fortaleça e queremos mais ainda que o dinheiro seja reinvestido aqui e vemos no Sicredi a união do que acreditamos”.


Quem usa aprova, caso da Juliana Auer, proprietária de três empresas do segmento gastronômico.

“O que mais me atraiu nessa parceria foi o pix que para o recebimento pelo QrCode na máquina e pagamento dos fornecedores não há nenhuma taxa, zero tarifa no recebimento envio, o que é ótimo”.

Segundo uma pesquisa da Abrasel de outubro, há uma mudança no comportamento dos consumidores, sentidos, principalmente pelos estabelecimentos com vendas no delivery, onde 15% dos pagamentos nesta modalidade são feitos por Pix, enquanto o uso do cartão de débito apresenta um índice de 12%. Mesmo com a alteração significativa, o cartão de crédito ainda é a opção para maior parte dos clientes com 73% de utilização.


Já o pagamento nos estabelecimentos, a participação do Pix é mais tímida, embora tenha dobrado nos últimos seis meses. De acordo com a pesquisa da Abrasel de outubro, cerca de 6% dos clientes optaram por pagamento pelo Pix, em março eram 3%. Diferente do delivery, nos balcões o cartão de débito ganha do Pix, chegando a 24%. Os cartões de crédito têm participação de 66%.


Além do Sicredi, a Abrasel tem parceria com a GetNet que traz taxas a partir de 0,69% no débito e 1,69% no crédito à vista.

bottom of page