Buscar

O perigo do clickbait no jornalismo

Você já viu um título bem sensacionalista para uma notícia?


Imagem de um computador e uma pessoa com a mão sobre um mouse
O ato de clicar instantaneamente é um problema no jornalismo | Foto: Wix

Há inúmeros textos onde o título é bastante questionável e muitas vezes tem o intuito de gerar cliques, podendo o conteúdo nem ser tão polêmico assim.


Nos sites de fofocas o que mais se vê é isso.


Mas e quando o clickbait começa a ser usado no jornalismo sério com conteúdo factual?


Muitos jornais vem fazendo uso da ferramenta para terem mais leitores, porém isso acaba ferindo as boas práticas jornalísticas, além, de muitas vezes, se antiético.


Na faculdade de jornalismo eu recordo como era trabalhoso dar um título curto, objetivo e que resumisse a notícia e ainda fosse ético nas aulas de redação e como jornais que faziam da polêmica manchete eram debatidos nas aulas de ética.


Mas o velho e bom jornalismo morreu?


Pelo contrário, pois ainda há grandes jornais que fazem reportagens de se ler com gosto, onde a pluralidade de fontes, a redação correta e concisa, a checagem dos fatos e títulos éticos e fieis são a principal pauta.


Em uma período com tantas fake news, ler e compartilhar jornais sérios se tornou parte essencial do trabalho ao combate às mentiras.


Mas quando usar o clickbait?

No jornalismo sério? Nunca!


No sensacionalismo? Talvez!