top of page
Buscar

Ponta Grossa recebe palestra gratuita sobre a LGPD

Cliente: Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau


Palestra é voltada ao turismo e busca apresentar como usar a lei a favor dos negócios



Desde 2018, o Brasil conta com uma lei para a proteção dos dados pessoas (Nº13.709/18), para proteger informações sensíveis, como o número do CPF, endereço e telefone. Porém, muitas empresas têm dúvidas em relação à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD).


Pensando nisso, na quinta-feira (16/11), o Ponta Grossa Campos Gerais Convention & Visitors Bureau, com apoio do Sebrae/PR, realiza palestra sobre a lei com o fundador da Startup Fácil LGPD, Ruiter Júnior.


Com o tema “Usando a LGPD como diferencial competitivo para as empresas de turismo”, o encontra vai abordar como ter uma boa gestão de dados e demonstrar o compromisso da empresa com a privacidade e segurança dos clientes e colaboradores.

“Ao oferecer uma experiência de uso confiável e transparente, as organizações certamente se destacarão, acelerando a conquista da confiança não só de clientes e colaboradores, mas também de empresas para as quais eventualmente preste serviços”.

Ele pontua: “Pensar num dado como a extensão da personalidade da pessoa é se diferenciar da concorrência que não adota práticas adequadas de proteção de dados”.


Para Nádia Joboji, consultora do Sebrae/PR, o evento é importante pois vai trazer esclarecimentos sobre a LGPD e como ela impacta no setor do turismo, quais as mudanças precisam ser feitas na gestão de informações e dados das empresas e como usar de forma que traga benefícios.


“Traremos essa discussão do Impacto da LGPD no setor de turismo, as obrigações e responsabilidades das empresas em relação à proteção de dados, medidas de segurança e boas práticas pra garantir a conformidade com a LGPD”, pontua a consultora do Sebrae/PR, Nádia Joboji.

Leandro Ribas, presidente do Convention, comenta que essa é a oportunidade de ver os erros e acertos e seguir o que a lei diz. “Sabemos que batem dúvidas no dia a dia sobre quais dados captar, o que pode ser feito com eles, quem pode vê-los e nesse evento queremos tirar essas dúvidas e mostrar que a LGPD não é um bicho papão”.


Ruiter reitera o que Leandro aponta ao afirmar: “A LGPD não é um bicho de sete cabeças porque, apesar de suas exigências e complexidades, ela pode ser compreendida e implementada com um bom planejamento e orientação adequada”


Empreendedores do turismo com desejo de saber mais sobre a lei podem se inscrever para a palestra no site www.pontagrossacvb.com.br.

bottom of page